Poeminha sem-vergonha

Janeiro – 2012 

Numa tarde de terça-feira
Você escreve em mim inteira
Com o sol se espremendo pela fresta da cortina
E lá embaixo a cidade continua sua sinfonia de buzinas
Que afinal a preguiça é o pecado original
E ter que rezar uma ave-maria ou duas logo depois não é assim tão mal
Se no meu quadril você desenha um vampirinho
Ele pode ir sugando a tinta das minhas tatuagens com um canudinho
E se no meu ombro você cita Vinícius de Morais
Lembre-se de deixar tudo na mais santa paz
Com esses diálogos cheinhos de nada
E essas bobagens de gente apaixonada
Não posso esconder que quando a gente está junto
A gente é um pouquinho mais feliz que todo mundo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s