Novembro – 2011

Chega.
Eu quero sair da casca
Já não tenho mais tempo, nem idade, nem vontade
Pra esses medos
Eu quero colocar na cara uma mulher formada
Chega. Não vou mais me esconder atrás de uma máscara estúpida
Quero mostrar tudo que eu quero, que eu desejo e tenho medo
Porque não cabe medo para alguém que já sente tanta dor
Porque não faz mais sentido essa fantasia de menina ingênua
Eu quero, daqui pra frente
Expor toda a minha torridez
Eu acho que (finalmente) estou cansando de ser criança
Porque ser adulta é mais do que ser uma moça-bem-resolvida-dona-de-si-que-paga-os-impostos-e-administra-a-própria-vida
É existir de uma outra maneira
Eu quero sair dessa fantasia de garotinha intocada
Eu quero parar com o faz-de-conta de ser de todo mundo

E sentir
De dentro pra fora
Eu vou desabrochar
Porque tudo isso é muito pouco (não me serve)
Porque não quero me aproximar de ninguém para reproduzir receitas prontas
Cansei de brincar de casinha
O que eu quero é que todos os meus anos me coloquem numa plataforma
Para eu alcançar outro patamar
Onde todos são o que eu espero de qualquer pessoa completa (e nunca encontrei nenhuma)
E eu vou estar de pé, batom vermelho, nariz em pé, plena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s