O último gole dessa nossa conversa

84407

Dia desses achei um monte de emails seus esquecidos nos cafundós da minha caixa de entrada. Num deles você dizia “mas quem sabe como vamos estar em dois anos?” Nem eu nem você podíamos imaginar que estaríamos assim. Distantes, abandonados um do outro, vivendo vidas separadas.
Ainda assim, já estava tudo ali, e eu não vi. Não percebi como deveria o quanto você estava confuso, o quanto você estava perdido. O quanto você não conseguia estar com ninguém, tendo feridas tão profundas pra cicatrizar. E eu queria ter entendido melhor. Mas eu tentei. É que pra mim, o amor resolve muitas coisas. Mas eu deveria saber, como eu já sei agora, que não existe isso de mudar ou curar as pessoas com o que a gente sente por elas. E você era assim. Não ia mudar. Não era pela minha presença que tudo ia ser ajeitar como mágica dentro de você, muito menos dentro de mim.
Não tem sido de todo ruim, reaprender a ser sozinha. Colando meus caquinhos de volta, tive que olhar pra eles pra me conhecer melhor. Mas ainda que agora já tenha voltado a andar, ainda que com uma bengalinha, tem horas que eu lembro de você e a dor e a saudade me atravessam como lâmina. Saudade de quando a gente era feliz. Saudade de quando o amor era suficiente. Saudade de tantos dias, tantas coisas que vivemos juntos, aqueles nossos sussurros dentro do ar frio e denso do quarto e eu achando que tinha paixão para queimar pelo resto da vida.
Mas você conseguiu o que queria. Tanto fez, tanto envenenou, que conseguiu. Eu não consigo entender, esse seu ódio. Eu não mereço esse seu desprezo.
Não sou perfeita, mas fiz tudo que eu pude.
Não fui perfeita, mas o que eu senti foi de verdade.
Não quero mais pensar que é tudo minha culpa.

Foi melhor assim, eu sei. Não tinha outro jeito.
Eu sei.
Mas quero que você saiba. Eu não me arrependi. Eu não menti. Quando naquele dia me despedi de você, tudo que eu queria era que você voltasse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s