Abstinência

Me dá um cigarro, me pede pra ficar, que nessa vida ninguém tem resposta pra nada mesmo, e ter medo nunca me fez mais feliz, ou me protegeu de me machucar, que eu sei que eu queria ser uma pessoa assim bem elegante, que só tem sorrisos e diversão, mas também tenho bastante sombra por dentro, mas assim é, nós dois somos dois desgarrados do nosso jeito, e não devemos satisfações pra mais ninguém, não tem que ser asséptico, nem seguro e nem fazer mais sentido do que a alegria que eu sinto quando eu penso no seu cheiro, na sua voz, no deleite sincero, fugaz, perfeito, que é estar nos seus braços e saber que eu te quero e você me quer de volta, simples assim, sem grandes racionalizações, sem grandes realizações, sem nada além da humanidade pura de duas pessoas com pouco juízo e vontade de sobra de fazer o que a alma pede.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s