Se você não tivesse me deixado…

o-WOMAN-ALONE-FIREWORKS-facebook

Se você não tivesse me deixado, eu não ia saber que a dor que a gente passa é proporcional à força que a gente ganha. Eu sei que é clichê, parece as frases que você gosta de citar sem ter lido o livro inteiro, mas a verdade é que a dor é mesmo insuportável mas quando ela vai embora você não tem medo mais, porque uma hora ela acaba.
Se você não tivesse me deixado, eu não ia saber tão logo que amo mesmo intensamente e gosto de me entregar e mergulhar, viver as emoções sem rede de proteção, e não tem nada de errado nisso. Eu não ia saber que não preciso me desculpar por ser ou querer nada, e que pra muita gente o meu magnetismo é justamente essa intensidade.
Se você não tivesse me deixado, eu não ia estar tão aliviada hoje de poder chorar e rir na hora que der vontade, sem me preocupar em adestrar meus sentimentos e me transformar numa pessoa que eu não sou pra conseguir o amor de alguém.
Aliás, se você não tivesse me deixado, eu não teria a certeza que eu tenho hoje que nunca mais vou me deixar acreditar que existe algo de tão errado comigo que eu preciso mudar tudo que eu sou pra ser amada.
Se você não tivesse me deixado, eu não ia estar hoje tão livre, vivendo sem medo, essa sensação impagável de não saber para onde os ventos vão me levar, e a vida é minha, é só minha, e não tem nada nem ninguém me acorrentando a lugar nenhum.
Se você não tivesse me deixado, eu não teria andado tanto como fiz nesses últimos tempos, sem medo de me perder. Eu não ia saber da leveza de confiar em mim mesma, confiar nos meus pés pra me levarem pra onde eu quero, com a única condição de ser um lugar que vai me fazer feliz.
Se você não tivesse me deixado, eu provavelmente nem ia lembrar mais como é ter o sangue pulsando tão forte nas veias, e me sentir tão viva, com todas as cores tão vibrantes, as risadas tão escandalosas, a euforia tão indomável.
Se você não tivesse me deixado, eu ainda estaria tentando controlar o fogo por dentro, em vez de soltar tudo vez, deixar ele correr na pele, queimar todo mundo, me transformar numa labareda ambulante pra achar gente que quer e gosta de brincar com fogo.
Se você não tivesse me deixado, eu não ia saber o que é estar na companhia de pessoas que desfrutam da vida com seus sabores e dissabores, e que querem estar perto de mim, e não fogem da raia quando tudo tem que ser dito.
Se você não tivesse me deixado, eu provavelmente não teria me metido nas enrascadas que me meti, nem feito as burradas que eu fiz, nem falado as merdas que eu falei, mas ainda assim, eu não mudaria nadinha.
Se você não tivesse me deixado, eu não teria descoberto essa força dentro de mim, pra estar sozinha e aguentar a solidão, as decepções, as mágoas, o abandono. Não estar conformada, deixar doer o que tem que doer e deixar a raiva bater quando der vontade mas saber que eu consigo, apesar de tudo isso.
Se você não tivesse me deixado, eu não teria feito as coisas que eu fiz, conhecido as pessoas que conheci, conversado as conversas que conversei, que foi tudo um borrão mágico com gosto de álcool e cheiro de mar, do jeito mais impulsivo e perfeito possível.
Se você não tivesse me deixado, é possível até que a minha chama por dentro tivesse morrido depois de tanto ser sufocada, em vez de brilhar e urrar e dançar como ela está fazendo agora.
Se você não tivesse me deixado, eu não ia ver gente que eu tinha certeza que eu podia contar me dando as costas, mas não ia saber também, das pessoas que eu nem imaginava que correram pra me socorrer e segurar a ferida quando ela sangrava demais.
Se você não tivesse me deixado, eu não teria chorado o que eu chorei, sentido o que eu senti, fumado os cigarros que fumei, me desesperado como eu me desesperei, mas eu também não saberia que isso ia só me dar vontade de amar mais, me entregar mais, me arrebentar mais, porque agora eu sei que eu mereço sentir tanto por alguém que sinta o mesmo por mim.
Se você não tivesse me deixado, eu não teria passado as coisas que eu passei, não teria quebrado a cara apesar dos meus esforços sinceros, não sentiria a vida tão árida e solitária às vezes, mas ainda assim, tudo isso serviu pra eu me conhecer melhor, e porque eu estou tentando, estou me jogando, estou indo.
Se você não tivesse me deixado, as noites de insônia, a confusão mental, a bagunça da vida, esse momento de encruzilhada, não ia ser uma transição que me deixa ansiosa, mas louca pra saber o que vai acontecer. Ia ser uma fonte de angústia, ia ser errado, ia ser algo que eu teria que resolver.
Se você não tivesse me deixado, eu não ia saber que tudo bem ter mágoa de você até quando me der na telha, mesmo se for pra sempre, porque não tenho que fingir nem pra mim nem pra ninguém que estou bem quando não estou, que não tenho raiva quando tenho, porque no fim das contas quem segura a onda mesmo sou eu, sozinha.
Se você não tivesse me deixado eu não teria reencontrado a minha força, o meu brilho,a minha paixão pelas coisas.
Se você não tivesse me deixado, eu não estaria tão viciada em viver a vida no volume máximo.

E acima de tudo, se você não tivesse me deixado, eu não teria as duas maiores certezas que eu tenho hoje:
Seja como for, vai dar certo.
E
A vida é lá fora.

Anúncios

2 comentários em “Se você não tivesse me deixado…

  1. esse texto colocou de forma muito poética o que na minha cabeça tava na forma de:

    agora que não to mais com o Régis, não preciso ir nunca mais na balada e ficar at;e 10h da manhã

    se isso não é liberdade, não sei o que é

    abençoados sejam meus sabados a noite em casa vendo filme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s