Verborragia

stylograph-pen-with-red-ink-drops-mats-silvan

Que vontade que me dá de ter só mais um dia pra gastar inteiro com você nos meus lençóis. Que vontade que eu tenho de sentir o seu cheiro e de passar a noite com a cabeça no seu peito, cada pedacinho de pele se confundindo, sentir a textura das suas tatuagens na minha língua e ouvir você sussurrar no meu ouvido “a gente tá junto agora” fazendo doer das pontinhas dos dedos dos pés até minhas sobrancelhas, e ah, que o meu baú do tesouro anda ficando cada vez mais pesado, cada vez mais cheio de pedras preciosas e raras que ainda vão render museu depois que eu morrer, esses contos de romance pós-moderno, líquidos de sangue demais, coragem demais, verdade demais e já parou pra pensar em todas as coisas e mundos que existiram entre nós dois antes de existir este dia, neste quarto, o quanto estivemos longe de ser quem somos hoje agora e, que é o que faz possível esse dia existir.

-E pensar em quanto chão foi para essa armadura de guerra me ser perfeitamente conhecida e confortável, cada dobrinha de renda e cetim, e os cabelos amassados, cada arma disponível a serviço da minha alma guerreira. E pensar naquela menininha com devaneios cor de carmim por dentro e agora ela está aqui, colecionando memórias na cabeceira da cama e ninguém imagina o quanto o vermelho dos lábios se mistura com o vermelho por dentro e é tudo sangue, é tudo alma, é tudo de verdade, e é tudo tão lindo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s