Você não sabe de mim

beach-blue-blue-water-clear-Favim.com-1888680.jpg

 

Você não me reconheceria mais. Você não seria capaz de reconhecer os meus atos, o meu tom de voz, o meu caminhar. Parece que a pessoa que eu fui pertence a um período estranho, deslocado em outra dimensão, em que o mundo era grande demais e eu só tinha energia pra correr e não ser engolida. Essa pessoa não existe mais.

Na verdade, parece que foi na vida de outra pessoa. Hoje, quando eu me sinto tão leve, é como se essas lembranças não fossem mais minhas. Eu não tenho mais medo. Eu não vivo mais com medo. Cada passo não é cheio de ansiedade. Eu não sou mais prisioneira de mim mesma. Hoje em dia, eu vou pra onde meus pés me levarem. Na hora em que eu quiser. O mundo é meu. Ele é meu quintal, e eu estou à vontade em todos os cantinhos. O medo não me paralisa. A culpa não me domina. A ansiedade não me controla.

Eu não sou mais aquela pessoa opaca, esperando migalhas de atenção, faminta de carinho e disposta a tudo para ganhar um olhar mais afetuoso, uma palavra de apoio, um abraço sincero. Você me aprisionou, me fez escrava dos seus caprichos, quando eu acreditei que esse era o único afeto que eu merecia.

Você não me reconheceria mais. Porque hoje eu estou tão eu, e estou tão minha, e eu estou tão leve, e eu estou tão livre que é, de verdade, como se eu tivesse nascido de novo na pele de uma pessoa que tem muita vocação pra ser feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s