Vlog: Em defesa dos corações partidos

Nessa semana de dia dos namorados, o tema do vlog é amorrrr. Na verdade, a falta dele. Por que sofrer por amor é considerada a maior humilhação que um serumano pode passar? Porque todo mundo espera que a gente não esteja nem aí para a pessoa que a gente estava namorando até ontem? Em defesa dos corações partidos e do nosso direito de sofrer pelos pés na bunda.

Vlog: Insegurança feminina e indústria da beleza

A gente se endivida, adoece, sofre pra perseguir um ideal de beleza inalcançável. E enquanto o produto de tanta pressão é apreciado por todos,quando a gente demonstra insegurança, somos chamadas de fúteis e fracas. O vlog de hoje é justamente sobre como lidar com a pressão pra ser bonita e a pressão para não sentir essa pressão.

Vlog: #kommstdumit – Primeiro de Maio em Berlim!

O primeiro de Maio aqui na Alemanha marca o início das estações quentes e o dia do trabalhador. Nesse dia todo mundo sai na rua, seja para protestar, celebrar ou os dois. Foi minha primeira experiência com a festa e eu me diverti demais. Vem acompanhar um pouquinho nesse vlog!

Vlog: De stalker e louco todo mundo tem um pouco

Com essa vida moderna, temos informações abundantes sobre todo mundo o tempo todo. É importante usar todo esse conhecimento para o bem. Por exemplo, descobrir que fim levou a Mariazinha da terceira série ou onde o crush passou as férias de dois anos atrás.

Vlog: Síndrome do impostor e a sensação de nunca ser bom o suficiente

Sabe aquela sensação de não ser bom o suficiente nunca? Sabe aquela certeza que logo vão descobrir que você nem deveria estar ocupando o seu cargo e vão te demitir? Sabe quando você sabe que o seu peguete logo logo vai se tocar que você não é tudo isso? Sabe como é sentir que você pode ser “desmascarado” o tempo inteiro? Então, o nome disso é síndrome do impostor. A boa notícia é que você não está sozinho.

 

Vlog: Aprendendo alemão e a primevera chegou

Que falar alemão é difícil todo mundo sabe… Pior é quando você mora na Alemanha, tenta se virar e acaba não conseguindo sair do lugar. Um vídeo sobre as dores e delícias de tentar falar essa língua do capeta.