Vlog: Sendo brasileira na gringa

Saiu o primeiro Vlog em inglês no canal! Flertei por um tempo com essa ideia, mas foi só quando acontecimentos infelizes da vida real me deixaram de saco cheio de ser tratada como um brinquedinho sexual nas minhas andanças fora do país só por ser brasileira que eu achei que realmente faria sentido fazer esse vídeo.

O estereótipo de que a gente é sexy e selvagem não é só irritante, mas traz muitas situações de desconforto e perigo. O vídeo tem legendas em português, e espero que represente muitas mulheres por aí que sentem a mesma coisa.

 

Navegar é preciso

1271894677426_f

Foram 22 dias, 5 países, 8 cidades. 22 em que eu nem comi, nem dormi, nem tomei banho direito… E nunca fui tão feliz. É a sensação de se conhecer cada vez mais. É estar cercada de gente cheia de vida, de histórias, de energia, pra te impulsionar. Atirando-se ao mar, a existência passa a fazer sentido. Viajar é a única coisa que realmente faz sentido na vida.

Já dizia o poeta, e não é a toa. Lançando-se ao desconhecido, encontramos propósito. A nossa existência passa a ter o dobro da força, porque ela não está atrelada ao que ficou em terra; ela passa a importar por si só. Ainda que seja a custa de tantas mortes, perigos e tormentas, como dizia o Velho do Restelo, as lágrimas são um preço até justo a se pagar para encontrar o sentido de se estar aqui, neste momento. Navegar é preciso. Viver, nem tanto.

No lugar do coração, eu tenho uma bússola. E ela está apontando sempre para o norte, sempre pra longe, sempre para mais perto de mim. Eu só sinto a minha alma, quando ela está em movimento.