(Mais) 6 Alternativas ao Pornô Tradicional que Vão Realizar Todas as Suas Fantasias

Seis alternativas deliciosas à pornografia mainstream para aliviar o tesão sem alimentar a indústria pornográfica tradicional.

106d4829806871.560465c1b9a92.jpg
Fonte: Jota

Pois é, meu povo. O mudo está em quarentena, e a gente sabe que quando o pessoal fica à toa, assistir pornografia é o que a Internet mais faz.

Porém, eu tenho muitas reservas com a pornografia tradicional. São muitos os problemas criados por essa indústria, e por causa disso, eu resolvi nos idos de 2016, fazer um post com seis alternativas ao pornô tradicional. Post este que continua entre os mais acessados do blog até hoje!

De lá pra cá, muita coisa mudou, e o post acabou ficando desatualizado. Algumas dicas que eu deu já não valem mais (RIP Tumblr ;_;) e já surgiu muita coisa picante e saliente para esquentar essa nossa quarentena sem ter que sustentar uma indústria que faz milhões explorando mulheres!

Então, sem mais delongas, vamos às minhas dicas de seis alternativas à pornografia tradicional:

Literatura Erótica

sexy-4903640_1920.jpg

É, eu sei que eu sou suspeita pra falar, afinal, contos eróticos são parte da minha profissão. Mas eu vou continuar defendendo, afinal eu sinto que quando a gente lê pornografia, a gente acaba descobrindo um monte de coisa sobre a gente mesmo. Eu passei a adolescência lendo fanfics eróticas, o que me ensinou muito sobre sexo muito antes de eu estar fazendo sexo.

Além disso, tem uma coisa passiva na maneira como a gente consome pornografia mainstream. A informação é passada diretamente, não tem tensão nenhuma. Com erótica, é diferente. A sua imaginação precisa participar, construir um cenário, preencher os detalhes… Então é uma maneira bem mais saudável de lidar com as próprias fantasias, na minha opinião.

Eu recomendo os meus continhos, claro! Mas também tem dá pra encontrar muuuuuita coisa no Amazon, de graça ou baratinho!

Ah, e pra quem le em ingles, duas dicas boas: O site Literotica tem conteúdo até não acabar mais para todos os fetiches. São mais de 50.000 histórias gratuitas! E eu estou trabalhando como editora chefe de uma editora erótica aqui em Berlim! O nome é BERLINABLE, e o foco das histórias é a diversidade e sex-positivity. Dá pra baixar os livros por aqui!

Games Eróticos

cell-phone-690192_1920.jpg

Andamos bem grudadinhos no celular, ainda mais durante a quarentena. E no mundo dos apps, claro que a putaria nunca poderia ficar de fora. As lojas de apps estão apinhadas com jogos eróticos dos mais variados, desde simulações tipo Second Life, passando por cenários fantásticos que lembram Hentai, até jogos com mais romance. São muitas as opções, mas para baixar a maioria é preciso ser maior de 18 anos. Ficou curioso? Dá uma olhada nessas recomendações aqui.

Audios Eróticosheadphone-1868612_1920.jpg

Podcast é a mídia do momento, e é claro que a putaria ia acabar migrando para lá. O mercado de áudio pornográfico oferece muitas opções, e a boa noticia é que vários sites são especializados em erotismo para mulheres. O mais famoso deles, o americano Dipsea, conta com áudios de mais ou menos 10 minutos, super bem produzidos, que propõe uma experiencia imersiva para o usuário: Efeitos sonoros, gemidos, suspiros… Tudo para fazer a coisa ficar mais real. O serviço é pago num esquema de assinatura, mas você pode fazer uma experiência gratuita de uma semana.

Outra boa alternativa ao pornô tradicional são os audiobooks; nada mais do que literatura erótica me formato de áudio. Dá pra achar muitas opções no Audible, filiado ao Amazon.

Patreon & OnlyFans

camera-1219748_1920.jpg

 

E vamos de #packdopezinho. O Patreon e OnlyFans são uma ferramentas para criadores de conteúdo receberem apoio financeiros dos fãs. Como são plataformas mais permissivas, natural que quem estivesse trabalhando com conteúdo adulto migrasse pra lá. O esquema é mais democrático do que a pornografia tradicional – porque voce está consumido direto da fonte, sem o intermédio de um aparato industrial escroto.

Além da vantagem de conteúdo erótico sendo produzido por gente real, nessas plataformas há a possibilidade de interagir com quem cria. Sao muito os perfis, para todo o tipo de gosto, mas vou deixar aqui alguns dos que acompanho; Aja Jane, Stefania Ferraro, e o conteúdo da Almond, uma artista baseada em Berlim que faz pornografia feminista. Ela não está nestas plataformas mas dá pra achar o trampo dela aqui.

Ilustrações Eróticas

https://www.instagram.com/p/BvPlluBnaHc/

Para muita gente o que dá tesão é a coisa mais real possível, mas arte erótica também pode ser incrivelmente excitante. O Instagram está apinhado com criadores muito talentosos que publicam ilustrações picantes que são capazes de mexer com a imaginação. Nada de novo sob o sol né, afinal, a gente já via nas esculturas gregas que elas eram feitas para seduzir.

A diferença agora é a acessibilidade a um grande universo de conteúdo que atende muitos nichos – ou seja, por mais específico que seja o seu fetiche, voce vai achar o que está procurando. Alguns dos meus perfis preferidos são as ilustrações da Alicia Rihko, que eu coloquei aí em cima, do Alpha Channeling, e a conta de curadoria do Jmamuse.

Dá pra achar bastante coisa navegando no Instagram, e de quebra alguns desses artistas disponibilizam prints e até cadernos de colorir pra venda. Você resolve o seu tesão e ainda ajuda os artistas! Não poderia ser melhor.

E aí? Gostou? Inspiração não vai faltar nessa quarentena, né? E caso voce tenha mais alguma dica pra complementar a lista, deixa aqui embaixo nos comentários!

6 Alternativas Ao Pornô Tradicional Que Vão Realizar Todas As Suas Fantasias

Atenção, este post contém conteúdo impróprio para menores de dezoito anos.

Nunca fui muito chegada em pornografia tradicional, principalmente por nunca achar vídeos que fossem realmente legais ou atendessem às minhas fantasias. Sempre que eu procurava algo específico, só apareciam vídeos em que o homem era o foco central da sacanagem. Sem contar que 85% das vezes eu tinha certeza que a moça estava morrendo de dor/incômodo, o que me causava um grande desconforto.

Eu passava muito tempo tentando achar um vídeo que gostava, e ainda era obrigada a ver aqueles banners com cenas não solicitadas de sexo hard a cada página que eu clicava. Digamos que lésbicas com unhas de plástico gigantes, close up em cenas de penetração, e ver uma mulher quase vomitando ao fazer um boquete  nunca estiveram na lista das coisas  mais excitantes do mundo pra mim.

cblbd2hucaairtp
Achas que tens o que é preciso para acabares com o meu tesão?

Até me interessei por um tempo por pornografia feminista, mas os vídeos eram muito difíceis de encontrar, e depois de ler algumas coisas terríveis sobre a indústria pornográfica, resolvi parar de assistir de vez.

Como eu também sou humana e preciso de um estímulo para a criatividade de vez em quando, comecei a procurar alternativas para a pornografia, e descobri que elas funcionam muito mais pra mim do que os vídeos que encontramos no RedTube.

Literatura erótica

literatura

Bom, é claro que eu vou puxar a sardinha para o meu lado, mas o fato é que literatura erótica sempre foi , para mim, a mais estimulante fonte de inspiração. Comecei a entrar em contato com este universo na adolescência, com fanfics e comunidades no Orkut em que as pessoas postavam confissões sexuais anonimamente. De lá pra cá, já li de tudo um pouco, e eu acho que o mundo dos contos eróticos é muito mais democrático do que a pornografia tradicional. A gama de fantasias e de públicos é muito mais abrangente, e as histórias são escritas por todos os tipos de pessoa.

Como tem de tudo, tem bastante coisa estranha, mas eu acho que os contos eróticos ganharam má fama injustamente. Tem muita coisa interessante na Internet pra ler. Além do meu blog, claro (hehe), recomendo o Tumblr 100 Contos Eróticos, o portal do Meus Fetiches, o blog O Segundo Cu, e o blog do Portal Lelo (em inglês).

Tumblrs de sacanagem

Computers-nat-and-sara-34309632-500-331.jpg

Como pra muita gente uma imagem vale mais do que mil palavras, recomendo fortemente aventurar-se nos muitos Tumblrs safadinhos que existem por aí. O Tumblr é a rede social mainstream mais permissiva com pornografia e nudez, e muitas páginas são acervos enormes de fotos, imagens e gifs eróticos. As temáticas são as mais variadas, tem pra todos os gostos, é bem mais fácil de encontrar material LGBTQ e você vai descobrir que pode ser muito mais sexy assistir a um gif erótico, um foco naquela cena específica de sexo que faz tudo valer a pena, do que a um vídeo. Para funcionar como ponto de partida, aqui estão alguns dos meus preferidos:

Lady Cheeky – Premiadíssimo, focado basicamente em conteúdo erótico heterossexual.

Ok To Me – Mais alternativo, muitas imagens para o público LGBTQ

Pornograficamente – Foco principal em fotos, numa pegada mais artística.

Áudios eróticos

audio         

Tem coisa mais sexy do que ouvir um gemido no pé do ouvido? Eu sempre adorei todos os barulhinhos do sexo, mas na pornografia tradicional, os gemidos me soavam falsos e exagerados. Até que eu descobri que existe um mundo de áudios eróticos na internet. Desde pessoas que gravam os próprios gemidos ou transas, passando por áudios com instruções para masturbação até gente que faz um verdadeiro audiobook super elaborado, e capricha na sacanagem. Tem áudios gravados por todos para todos, então as chances de encontrar algo sob medida pra você são grandes. O Tumblr Sounds of Pleasure reune vários destes áudios, de todos os tipos. A parte ruim é que a maior parte está em inglês, mas também dá pra achar bastante coisa no YouTube. Fica a dica.

ASMR

donnaasmr-profile-pic

“ASMR” é sigla para “Autonomous Sensory Meridian Response”, uma sensação de euforia que é chamada também de “orgasmo cerebral”, provocada por uma sequência de sons repetidos e relaxantes.  Há alguns anos começaram a pipocar vídeos para provocar ASMR em quem assistisse. No começo, o objetivo era alcançar um estado de relaxamento e prazer não sexual, mas como na internet tudo acaba em putaria, não demorou para surgirem vídeos de ASMR erótico, que prometem até levar os expectadores ao orgasmo sem nenhum tipo de toque! A experiência é muito diferente e interessante, então vale a pena separar um tempinho tranquilo, colocar os fones de ouvido e ver se este tipo de estímulo vale pra você! Aqui está uma sugestão de vídeo pra você começar:

https://www.youtube.com/watch?v=zZzG-7TN8Jo

https://www.youtube.com/watch?v=EtlM7Op2eJI

Quadrinhos eróticos

XVMc35a9c7e-11e1-11e6-ae46-577acce3d9ab-805x574.jpg

Não deixe o preconceito te vencer: Desenhos podem ser tão excitantes quanto ou até mais do que imagens reais. Mais uma vez, a oferta é infinita, tem de todos os tipos, para todos os gostos. Um dos segmentos mais conhecidos, o Hentai, é uma variação erótica das revistas em quadrinhos japonesas, também conhecidas como Mangás. As revistas são muito populares, e existe até um site no Brasil dedicado só a elas, o Hentai Brasil. O site Maníacos Por Comics tem uma seleção enorme de quadrinhos eróticos de todos os tipos, estilos e origens. O bom é que lá dá pra pesquisar por categoria. E se você se interessou e quer ir mais à fundo, existem muitos livros disponíveis no mercado de Graphic Novels eróticas. Para você ter uma ideia do que pode encontrar, dá uma olhada neste link do BuzzFeed que reúne algumas ilustrações famosas destes livros. Quem sabe você não se dá um presente na próxima ida à livraria?

Brinquedinhos

brinquedinhos

Às vezes a nossa imaginação só precisa de um empurrãozinho extra. Que tal criar coragem e experimentar um brinquedo sexual na hora de se divertir sozinho? As opções no mercado são infinitas, e é uma maneira muito legal de você descobrir novas sensações e conhecer melhor o seu corpo. Desde vibradores tradicionais, passando por vibradores clitorianos, anéis penianos, lanternas, plugues, até esferas eróticas, com certeza existe uma escolha certa pra você.

E aí, ficou inspirado?