Sentença

alcohol-cigarette-drink-drunk-Favim.com-2275466.jpg

Eu não preciso de mais um cigarro, preciso que você me leve para casa. Vem, me tira daqui, me põe debaixo das cobertas que eu estou louca de doce e molhada de chuva, e eu não quero ter que pensar em mais nada, não quero tomar mais nenhuma decisão difícil, não quero ter que ter forças, só quero você me aquecendo, porque eu estou tremendo de frio, e eu estou confusa, e não tem álcool suficiente no mundo pra te matar afogado dentro de mim, e eu não imaginei que seria assim, mas agora é, agora é assim que eu estou, agora é assim que eu me sinto, e talvez não vai ser com você, mas eu sei quando for pra valer vai ser como era com a gente, e eu não quero mais nada, eu quero seu colo, eu quero seu abraço, quero você me secando com os lábios, dentro de mim de todas as  formas, eu quero que tudo volte a ser simples, mesmo que nunca tenha sido, eu quero que você me agarre e me beije num impulso, como tantas vezes, acabando com a tensão, me deixando sóbria num instante ao mesmo tempo em que me deixa mais bêbada, que eu ando tão a flor da pele e não quero mais ninguém nela, eu posso até ser confusa, e errada, e intensa demais, mas eu sei o que eu quero, e com você eu me encontro, e você me resgatou tanta vezes das minhas profundezas, por que não mais uma vez, vem, me tira daqui, eu perdi o juízo, eu estou encharcada, com o coração acelerado e a cabeça rodando e a única coisa que eu quero é você aqui comigo.

O salto do desejo

grunge-aesthetic-tumblr-girls-favim-com-3795476

 

Você transformou a minha vida.

Estou querendo achar um jeito sofisticado de dizer, mas no fundo é apenas isso. Você veio e chacoalhou minha alma, fez todos os segredos escondidos nela caírem no chão, aquelas tranqueiras que eu guardava porque eu esquecia de jogar fora, e também as que estavam lá no fundo, longe dos olhares das pessoas. E depois de ver tudo isso, você juntou todos os pedacinhos, pegou no colo e levou com você.

Passei um tempo dizendo que você foi o último presente que São Paulo me deu. Como se ela já não tivesse sido generosa comigo o bastante, bem no fim ainda veio me lembrar do quanto a vida pode ser mágica, pode ser extraordinária, pode ser especial. Mas a verdade é que é muito mais do que isso. Eu poderia gastar horas descrevendo o quanto eu me senti segura e acolhida na sua companhia. Fui parar sem querer na sua ilha com o meu barquinho de papel e fiquei, porque a água era morna e tranquila, os dias ensolarados e a brisa mansa. E mesmo quando vieram as tempestades e eu quis partir, você esperou passar, abriu o meu barquinho na areia para que ele secasse no sol.

A sua companhia é um banho de vivacidade. Talvez você não saiba, mas ao seu lado eu tive mais vontade de viver do que nunca. Me lembro de uma conversa em que você me disse que a última frase do Miró foi “que pena”. E eu pensei; “que pena, que pena, que pena”, porque ao seu lado a vida era tão mágica que não dava vontade de parar de viver nunca mais.

E tantas vezes eu pensei, que injusto, por que agora, por que as escolhas não poderiam ser mais fáceis, por que para viver os meus sonhos eu tenho que abrir mão de você. Mas a verdade é que eu passei tanto tempo com medo de morrer sem saber o que era viver o amor, e agora eu sei, eu vivi, e foi muito mais do que eu imaginei que seria.

E valeu cada segundo. E cada momento de angústia e saudade. E cada momento de desespero e vontade de voltar. Só por um dia. Para te ver gargalhando e falando sobre aqueles filmes chatos que eu nunca queria ver. Pra sentir o cheiro gostoso do shampoo nos seus cachinhos. Pra ouvir você me dando bom dia com a cara toda amassada.

Ainda assim valeu, porque o que aconteceu, não se apaga. Não tem como mudar o que já passou. Todas as minhas lembranças, eu vou levar comigo, para todos os lugares, e vou saber que um dia tinha uma pessoa que me acolheu com todos os meus detalhes. Os bons e os ruins.

E depois de tudo isso, eu posso dizer que eu sou alguém com muita sorte Eu conheci o amor, uma vez.

 

E ele é lindo.